Um olhar diferenciado

EE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa Francisco
EE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa Francisco
EE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa Francisco
EE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa Francisco

Um olhar diferenciado, um álbum no Flickr.

Um Olhar Diferenciado – Exposição de Fotos dos Alunos das 8º Séries – Professora Juliana

EE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa Francisco
EE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa Francisco
EE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa Francisco
EE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa FranciscoEE Professora Marilsa Garbossa Francisco

Um olhar diferenciado, um álbum no Flickr.

Inscrições para a ETEC: Alunos das 8º Séries e Ensino Médio (Clique na imagem e saiba mais!)

Inscrições para a ETEC:  Alunos da  8º Séries e Ensino Médio (Clique na imagem e saiba mais!)

As Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) abriram inscrições para o Vestibulinho do primeiro semestre de 2014. Serão oferecidas 88.743 mil vagas, sendo 61 mil para o curso Técnico, 16.113 para o Técnico integrado ao Médio e 11.630 para o Ensino Médio.
A novidade para este ano é o curso de Biblioteca, que será oferecido na Etec Parque da Juventude, além dos cursos técnicos com foco em empreendedorismo, que serão ministrados no Sebrae-SP.

As inscrições vão até às 15h do dia 24 de outubro e devem ser feitas pela internet, no site oficial do Vestibulinho. A taxa é no valor de R$ 25,00 e a confirmação da inscrição será enviada ao candidato, por email, em até dez dias após o pagamento da tarifa. A prova será realizada no dia 1º de dezembro.

Os interessados pelas vagas do Ensino Médio e do Ensino Técnico Integrado ao Médio devem ter concluído o Ensino Fundamental nas modalidades regular, na Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou ter feito o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

Para os candidatos que pretendem fazer o Ensino Técnico, é preciso ter concluído o Ensino Médio ou estar, pelo menos, no 2º ano. O candidato que concluiu ou está cursando o ensino de EJA ou o Encceja deve apresentar o certificado de conclusão do Ensino Médio, declaração de que está matriculado (a partir do 2º semestre), ou ter dois certificados de aprovação em áreas de estudos da EJA ou ainda um boletim de aprovação do Encceja em duas áreas de estudos avaliadas.

Candidatos com deficiências que necessitem de condições especiais para fazer a prova devem fazer uma indicação na ficha de inscrição eletrônica e será necessária a apresentação de laudo médico.

Do Portal do Governo do Estado

Cultura é currículo – Praça da Sustentabilidade 2013 – 5º Série D

Sobre a Praça Victor Civita

Espaço público único em São Paulo, a Praça Victor Civita foi construída em uma área anteriormente degradada e agora oferece ao público, gratuitamente, ampla programação cultural, esportiva, de lazer e de educação ambiental. Com um projeto arquitetônico inovador e soluções de última geração em construção sustentável, a Praça dispõe de palco e de arquibancada para 400 pessoas, de diversos equipamentos e do prédio do antigo incinerador Pinheiros, também recuperado, aberto para receber exposições e eventos.

A Praça Victor Civita – Espaço Aberto da Sustentabilidade só se tornou possível graças a um bem-sucedido modelo de parceria público-privada e ao esforço e engajamento de empresas e instituições. Uma parceria entre o Instituto Abril e a Prefeitura do Município de São Paulo possibilitou o desenvolvimento de um extenso trabalho multidisciplinar de transformação de uma área degradada em exemplo de reabilitação e redefinição de uso.

A programação da Praça Victor Civita é desenvolvida a partir das seguintes premissas:

a) Sua vocação é ser modelo, foco e fórum de discussões de sustentabilidade; toda e qualquer atividade realizada em suas dependências deve, necessariamente, levar isso em consideração;

b) Oferecer programação cultural regular de qualidade e gratuita, para diferentes públicos;

c) Desenvolver atividades de educação ambiental, focadas prioritariamente em crianças e adolescentes, com projeto educativo do Instituto Verdescola;

d) Ser um espaço de lazer e ponto de encontro, com programação de atividades regulares orientadas.

A Praça Victor Civita é gerida pela AAPVC – Associação Amigos da Praça Victor Civita, cujo modelo de gestão prevê o envolvimento de empresas, instituições públicas, ONGs e da comunidade para a manutenção e realização das atividades previstas.

Fonte: Praça da Sutentabilidade

Para maiores informações visite: http://pracavictorcivita.org.br/

Grêmio Estudantil

Grêmio Estudantil

Blog dos Alunos

To view this animated banner you need to have Flash Player 9 or newer installed and JavaScript enabled. BannerSnack is a professional, easy to use banner maker application.

Grêmios Estudantis – Que tal essa ideia?

O Grêmio Estudantil é a organização dos alunos da escola. Ele é formado por estudantes, que tornam-se responsáveis pelo desenvolvimento de atividades culturais, esportivas, sociais e de cidadania.

“A formação do Grêmio Estudantil deve ser resultado da motivação e iniciativa do aluno sobre a importância deste colegiado e, fundamentalmente, pelo incentivo, estímulo e conhecimento transferido pelos gestores das unidades escolares. É o primeiro exercício de participação democrática do aluno”, afirma a coordenadora dos colegiados que compõem a Secretaria da Educação, Eliane Cecílio Jorge.

Os grêmios estudantis são organizações formadas e lideradas por estudantes e incentivadas pela Secretaria da Educação por meio do Núcleo de Articulação e Iniciativas Junto a Pais e Alunos (NUART). Atualmente, mais de 3,3 mil escolas estaduais contam com representantes eleitos pelos demais alunos.

“O grêmio é um colegiado fundamental para uma escola cidadã, porque permite o protagonismo juvenil e o primeiro exercício de cidadania na sociedade, além disso, o Grêmio é um órgão reconhecido de apoio à Direção Escolar”, explica.

Entre as atribuições de um grêmio estudantil estão:

- Fomentar a integração e o envolvimento dos alunos com o corpo docente e com os funcionários;

- Desenvolver o espírito de solidariedade e cooperação entre os estudantes e a escola;

- Permitir que os alunos discutam, criem e fortaleçam inúmeras possibilidades de ação tanto no ambiente escolar como na comunidade;

- Contribuir na construção da comunidade escolar;

- Estimular a participação e o engajamento de todos os alunos nas atividades e projetos na escola.

Os alunos que participam de organizações como o grêmio estudantil são estimulados a promover a interação entre eles, com toda a escola, família e comunidade. Os estudantes desenvolvem o espírito do protagonismo juvenil e  perfis de liderança no ambiente escolar.

Passo a passo para abertura de um Grêmio Estudantil

De acordo com o NUART, os alunos e gestores que quiserem formar um grêmio em sua escola devem seguir alguns passos simples. O primeiro deles é organizar uma comissão, que deverá esclarecer aos estudantes quais as funções do grêmio dentro da escola. A comissão, que deve ser formada por representantes escolhidos pelos alunos, ainda terá a função de elaborar um estatuto e organizar a eleição, a apuração dos votos e a posse da chapa eleita.

“A formação do Grêmio Estudantil deve ser resultado da motivação e iniciativa do aluno sobre a importância deste colegiado e, fundamentalmente, pelo incentivo, estímulo e conhecimento transferido pelos gestores das unidades escolares. É o primeiro exercício de participação democrática do aluno”, afirma a coordenadora dos colegiados que compõem a Secretaria da Educação, Eliane Cecílio Jorge.

Fonte: http://www.educacao.sp.gov.br/portal/area-reservada/pais-e-alunos/gremios-estudantis

Visitantes

  • 43,006 visitas

Map

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 514 outros seguidores